quarta-feira, 13 de abril de 2011

“Portal Guaraní”: um atalho para o Paraguai.

           Em agosto de 1977, o escritor paraguaio Augusto Roa Bastos (1917-2005), referindo-se ao isolamento cultural no qual viveria o seu país, definiu o Paraguai como uma ilha cercada de terra por todos os lados.
          Muito parece ter mudado desde então, sobretudo após a queda da ditadura do general Alfredo Stroessner (1954-1989). Atualmente, o Paraguai vive um bom momento quanto à pesquisa e produção em História. Em virtude do Bicentenário da Independência, comemorado neste ano, o mercado editorial está aquecido e instituições de pesquisa têm reorganizado seus acervos e desenvolvido importantes processos de digitalização.
           No Portal Guaraní (http://www.portalguarani.com/) é possível acompanhar este momento do Paraguai. No site há links para bibliotecas virtuais, centros culturais, editoras, galerias e museus, dentre outros.
           O Paraguai oferece diversas possibilidades de pesquisa para os historiadores. Proximamente apresentaremos algumas dessas possibilidades.
           Prof. Paulo Renato da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário