sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

A história de São Paulo em Adoniran Barbosa.

Hoje a cidade de São Paulo, a maior do Brasil, completa 459 anos. A obra do compositor e cantor Adoniran Barbosa (1910-1982) retrata o processo de intenso crescimento da cidade, vivido sobretudo entre as décadas de 1940 e 1960. Os processos migratórios, a diversidade sócio-cultural (expressa, por exemplo, na linguagem coloquial de Adoniran), os problemas de moradia e transporte, a “aceleração” do tempo e o saudosismo da cidade antiga são apenas alguns dos elementos que encontramos em Adoniran Barbosa. A seguir, Saudosa Maloca (1955), uma das músicas mais conhecidas de Adoniran:


Si o senhor não "tá" lembrado
Dá licença de "contá"
Que aqui onde agora está
Esse "edifício arto"
Era uma casa véia
Um palacete assombradado
Foi aqui seu moço
Que eu, Mato Grosso e o Joca
Construímo nossa maloca
Mais, um dia
Nóis nem pode se alembrá
Veio os homi c'as ferramentas
O dono mandô derrubá
Peguemo todas nossas coisas
E fumos pro meio da rua
Aprecia a demolição
Que tristeza que nóis sentia
Cada táuba que caía
Duia no coração
Mato Grosso quis gritá
Mas em cima eu falei:
Os homis tá cá razão
Nós arranja outro lugar
Só se conformemo quando o Joca falou:
"Deus dá o frio conforme o cobertor"
E hoje nóis pega a páia nas grama do jardim
E prá esquecê nóis cantemos assim:
Saudosa maloca, maloca querida,
Dim dim donde nóis passemos os dias feliz de nossas vidas
Saudosa maloca,maloca querida,
Dim dim donde nóis passemo os dias feliz de nossas vidas.

Para quem quiser saber mais sobre o tema, a seguir o link do artigo A cidade que mais cresce no mundo, São Paulo território de Adoniran Barbosa, de Maria Izilda Santos de Matos: <http://www.scielo.br/pdf/spp/v15n3/a08v15n3.pdf>.
Prof. Paulo Renato da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário