quarta-feira, 13 de novembro de 2013

"Operários", de Tarsila do Amaral: diversidade e unidade dos trabalhadores.


Há um amplo debate sobre a formação do movimento operário e os elementos que interferem em sua constituição.
Um quadro da brasileira Tarsila do Amaral (1886-1973), Operários, de 1933, de certa forma sintetiza esse debate. No quadro, a pintora representa a diversidade - sobretudo étnica e de gênero, para usarmos conceitos atuais - que caracterizava os trabalhadores da indústria brasileira do período.
Se por um lado notamos a diversidade dos trabalhadores, por outro a pintora também indica elementos em comum. Os rostos sobrepostos representariam a “massificação” dos trabalhadores. A expressão de "cansaço" da maioria dos rostos indicaria esse processo.
Prof. Paulo Renato da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário