segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Darnton: Voltaire, Rosseau, "classe" e "cultura".

As diferenças entre a História Cultural e o marxismo são frequentemente destacadas pelos historiadores. Enquanto o marxismo explicaria os processos históricos a partir das diferenças entre as classes sociais, a História Cultural analisaria a história a partir de tensões culturais que estariam acima das diferenças sociais: para citar apenas um exemplo, preconceitos de gênero ou étnicos estão presentes tanto nas elites como nos setores populares.
É importante diferenciar as dinâmicas “culturais” das “sociais”, mas, conforme apontamos na última postagem, também é necessário articular as duas esferas. No vídeo a seguir, Darnton nos dá um exemplo interessante.
Voltaire e Rosseau tinham origens sociais diferentes. A origem “popular” de Rosseau explicaria o seu pensamento “democrático”, enquanto o “aristocrático” Voltaire tinha uma posição conservadora em relação aos setores populares. Contudo, apesar dessas diferenças, ambos teciam críticas semelhantes e profundas à sociedade do “Antigo Regime” – inclusive o “aristocrático” Voltaire – e se tornaram pilares do iluminismo.
 
Prof. Paulo Renato da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário