segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Migrantes em Foz do Iguaçu.

No último post da nossa série especial sobre migrações trazemos os resultados da Jornada Fotográfica “Migrações em Foz do Iguaçu”, atividade relacionada à disciplina de Estudos Culturais, do curso de Antropologia da UNILA, realizada no dia 11 de novembro de 2015. O objetivo da Jornada foi retratar a presença de migrantes (nacionais ou internacionais) na região central da cidade de Foz do Iguaçu. As fotos feitas pelos estudantes Bruno Lujan, Gianluca Puls, Lorena Castellanos e Lucila Hornos, e pelos professores Júlio Moreira e Mirian Oliveira mostraram a presença de imigrantes no comércio e aspectos da circulação transfronteiriça em Foz do Iguaçu.
Selecionamos alguns exemplos dos registros feitos durante a caminhada, começando pelo comércio. A presença de imigrantes originários do Oriente Médio, e do Sul e Leste da Ásia pode ser vista em vários estabelecimentos no centro:

Foto: Lucila Hornos e Gianluca Puls.

Foto: Mirian Oliveira.

Arguiles à venda no Mercado Elite.
Foto: Júlio Moreira.

Foto: Lorena Castellanos.

Foto: Júlio Moreira.

Foto: Mirian Oliveira.

Foto: Mirian Oliveira.

Foto: Mirian Oliveira.
Também observamos elementos do cotidiano na Tríplice Fronteira, marcado pela intensa circulação de pessoas e bens.

Foto: Mirian Oliveira.

Foto: Mirian Oliveira.

Foto: Mirian Oliveira.

Foto: Mirian Oliveira.

Nossa série procurou expor diferentes facetas dos movimentos migratórios. Neste último post, mostramos migrantes estabelecidos em Foz do Iguaçu e habitantes da região da Tríplice Fronteira convivendo cotidianamente com deslocamentos internacionais. A vivência na fronteira, marcada por intensa mobilidade, relativiza nossas ideias do que seria um migrante. Em particular, nos coloca a questão de quando uma pessoa assume ou deixa a condição de migrante. Uma mesma pessoa, ao longo de sua trajetória, pode ser um migrante regular ou irregular, pode permanecer pouco tempo ou se fixar no destino escolhido. Seja qual for a definição de migrante adotada, é alguém acostumado a encontros e despedidas.

Encuentros y despedidas – Mercedes Sosa.

Profa. Mirian Santos Ribeiro de Oliveira.
Prof. Pedro Afonso Cristovão dos Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário