quinta-feira, 27 de março de 2014

2014: 60 anos do suicídio de Vargas.

Neste ano de 2014, os brasileiros lembram os 60 anos do suicídio do presidente Getúlio Vargas (1930-1945; 1951-1954). Vargas é considerado o principal representante do “populismo” brasileiro. Como destacam alguns analistas, a mobilização popular do segundo governo Vargas começou a preocupar as elites econômicas e políticas. Para essas elites, Vargas teria perdido o controle sobre os movimentos sociais. Resumidamente, começava assim a crise política – e econômica – que levou ao suicídio do presidente.
A Globonews acaba de exibir um documentário que revisa a vida e a trajetória política de Vargas. O documentário apresenta problemas: menciona, por exemplo, a “política do café com leite”, conceito que tem sido bastante questionado. Além disso, se refere ao presidente argentino Juan Domingo Perón (1946-1955) como um ditador, o que também é muito questionável. De qualquer modo, o documentário nos ajuda a lembrar de alguns processos importantes da história brasileira e, sobretudo, nos envolve com as excelentes imagens da época. O documentário está disponível no link <http://globotv.globo.com/globo-news/arquivo-n/v/ha-60-anos-suicidava-se-o-presidente-getulio-vargas/3225445/>.

Prof. Paulo Renato da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário