segunda-feira, 24 de março de 2014

O "Anjo da História".

Uma das imagens mais belas, intensas e controversas sobre a História encontramos em uma análise de Walter Benjamin (1892-1940) sobre uma obra de Paul Klee (1879-1940):


“Há um quadro de Klee que se chama Angelus Novus.
Representa um anjo que parece querer afastar-se de algo que ele encara fixamente.
Seus olhos estão escancarados, sua boca dilatada, suas asas abertas.
O anjo da história deve ter esse aspecto. Seu rosto está dirigido para o passado.
Onde nós vemos uma cadeia de acontecimentos, ele vê uma catástrofe única, que acumula incansavelmente ruína sobre ruína e as dispersa a nossos pés.
Ele gostaria de deter-se para acordar os mortos e juntar fragmentos. Mas uma tempestade sopra do paraíso e prende-se em suas asas com tanta força que ele não pode mais fechá-las.
Essa tempestade o impele irresistivelmente para o futuro, ao qual ele vira as costas, enquanto o amontoado de ruínas cresce até o céu. Essa tempestade é o que chamamos de progresso.”1

1 BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas. São Paulo: Brasiliense, 1994. Disponível em: <http://revistapiaui.estadao.com.br/edicao-55/despedida/passado-presente-futuro>. Acesso em: 14 mar. 2014.

Na quinta tem mais!
Prof. Paulo Renato da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário