segunda-feira, 31 de março de 2014

O golpe de 1964, 50 anos depois.


Essa foto pode ser lida como uma das melhores alegorias da ditadura militar instalada há 50 anos no Brasil. Sinceramente, pouco sei sobre essa foto, ou melhor, nada sei, mas ela sempre me faz pensar bastante. O general João Baptista de Oliveira Figueiredo (1979-1985) estende a mão para uma menina e, aparentemente, não é correspondido. O general, alto, corpulento, nos remete à ditadura que se impôs entre nós, como o general parece se impor diante da menina. A menina é o povo brasileiro. Certamente ela não sabe disso. Mas nós somos a menina. Aparentemente menores, frágeis, cercados pelos representantes do poder. O general parece não se importar com a indiferença/resistência da menina e insiste. A mão que supostamente quer cumprimentar é a mesma que inibe. A menina não olha para o general e fica de braços cruzados. Indiferença. Resistência pacífica. Mas resistência pacífica é resistência? Nada sei sobre o momento posterior ao clique do fotógrafo. Quem “venceu”? A menina cedeu e cumprimentou o general? Fez o que esperavam dela? Ou a menina persistiu, fazendo o general desistir e ir embora? Há uma longa história a ser conhecida sobre o que nos ocorreu após o 31 de março de 1964.
Hoje o blog completa 3 anos no ar! Obrigado aos que colaboram, acompanham e divulgam.

Prof. Paulo Renato da Silva.

3 comentários:

  1. A menina da foto se chama Rachel Clemens, e ela não cedeu ao aperto de mão, mas para a idade dela não tinha cunho político. Segundo ela, em uma entrevista que deu em 2011 (assisti no youtube), ela queria dar um recado ao presidente e se recusou a cumprimentar ele porque não gostava de receber ordens. Vale a pena conferir a entrevista.

    Mas, há um mito mesmo por trás da foto, e ela (foto) se tornou um símbolo de que a ditadura estava chegando ao fim, que o descontentamento da sociedade era insustentável para o regime se manter por mais tempo.

    No fim, era apenas uma garotinha que não gostava de receber ordens. Acho que é um exemplo da História que apropria-se de fatos para dar sentidos significativos para determinado episódio e época.

    ResponderExcluir
  2. Ela faleceu...
    http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2015/04/mulher-que-quando-crianca-negou-se-dar-mao-figueiredo-morre-em-bh.html

    ResponderExcluir